Marketing e Vendas

10 Hacks avançados para criar e validar a sua brand persona

Igor Moraes Escrito por Igor Moraes em 21 de outubro de 2019

Você quer criar um conteúdo que atraia o seu público e te ajude a fechar mais negócios? Para isso é preciso criar uma brand persona que se aproxime o máximo possível do perfil dos seus consumidores. 

Mas, não dá para montar essa persona do nada, não é? Dados como faixa etária, localidade, profissão, nível de escolaridade, hábitos de consumo e preferências são essenciais. 

Eles irão servir como guia para entender quais tipos de conteúdos produzir e como mostrar que a sua empresa pode resolver as demandas dos seus clientes. A questão que fica é: qual a melhor maneira de coletar estas informações e como usá-las para criar e validar sua brand persona?

É sobre isso que vamos falar nesse artigo. Fique de olho nas dicas que separei pra você fechar mais negócios e vender todos os dias (para o público certo) na internet! : 

1.    Hipóteses

Criar hipóteses também faz parte do processo de montar uma persona. Você pesquisou muito para criar o seu produto ou decidir qual tipo de serviço oferecerá, não é? Essa pesquisa já te dá uma noção de quem é o seu público, você tem conhecimento suficiente para fazer suposições acuradas. 

Não descarte o seu conhecimento de mercado, pelo contrário, use-o a seu favor. A sua experiência é uma grande aliada para criar uma persona que se aproxime o máximo possível do seu público. 

2.    Dores e Motivações

Entender as dores e motivações da sua persona é crucial para criar estratégias de marketing digital bem sucedidas e, consequentemente, vender mais e fidelizar seus clientes. Afinal, como você irá convencer alguém de que o seu produto tem valor, se não sabe o que ela procura?

Ao entender quais são as demandas, problemas e objetivos dos seus possíveis clientes, você consegue criar formas de comunicação efetivas e mostrar como o seu serviço ou produto irá ajudá-los. 

Seu cliente precisa ver que você compreende quais são as necessidades dele. Encontre o que motiva e o que frustra a sua persona, depois que você fizer isso ficará muito mais fácil conquistar a confiança dela. 

3.    Word mapping

Criado pelo especialista de marketing estadunidense, Eban Pagan, o word mapping nada mais é do que um mapeamento de palavras. Você faz uma análise das palavras usadas pelo seu avatar e  as divide em categorias.  

A partir daí é possível pensar em como combiná-las, de forma a criar um discurso persuasivo, com um conteúdo de qualidade e que converta em mais vendas.  O discurso é uma ferramenta muito importante, por isso é essencial estudar e escolher com cuidado as palavras que você usará.  

Para aplicar a técnica do word mapping é preciso seguir 4 etapas, são elas: 

  • Avaliar as palavras ditas pelo seu avatar
  • Mapear as palavras mais usadas, 
  • Categorizá-las (analisar o impacto e a intensidade delas) 
  •  Usar as palavras  em suas estratégias de marketing 

4.    Entrevistas

Se você está começando o seu negócio, definindo o seu produto e serviços, esse é um ótimo momento para fazer entrevistas. Afinal, nada melhor do que conversar com seu público para compreender o que eles procuram, como você pode atendê-los e aprimorar seu projeto de negócios.  

A entrevista te dá a possibilidade de desenvolver uma conversa mais aprofundada, descobrir qual a dor destas pessoas e encontrar os pontos em que o seu produto irá saná-las. 

5.    Questionários

Os questionários são outra ferramenta valiosa durante a construção da persona. 

 Com base nas respostas destes, você terá uma ideia muito mais sólida se as suas suposições estavam corretas. Além disso, é uma chance de modificar as estratégicas que não seriam efetivas para seu público. 

Mas, como montar o questionário? Primeiro, defina os tipos de perguntas constarão nele. As principais categorias são:

  • Perguntas qualificatórias: normalmente elas vêm no começo do questionário e servem para selecionar se a pessoa faz parte do seu público ou não. 
  • Pergunta de resposta única: são as questões de múltipla escolha, onde a pessoa pode selecionar somente uma opção.
  • Pergunta de seleção múltipla: a pessoa pode selecionar várias alternativas
  • Pergunta em escala: você cria uma escala determinada, por exemplo de 0 a 10 ou de discordo totalmente a concordo totalmente. 
  • Pergunta aberta : como o próprio nome indica a pessoa irá dissertar sobre o tema. 

6.    Mapa de Empatia da sua brand persona 

O mapa de empatia é uma representação visual da sua persona, em um quadro que conterá as principais características dela. O mapa pode ser feito em um papel, um mural ou digitalmente. 

No centro do quadro você colocará a descrição principal da persona e  ao redor escreverá as perguntas: 

  • O que pensa e sente?  
  • O que ouve? 
  • O que vê?
  • O que fala e faz?  

Na parte de baixo, insira as questões:

  • Quais são as dores? 
  • Quais são as necessidades? 

Respondidas essas perguntas, você terá uma noção muito mais precisa de quem é a sua persona. 

7.    Pesquisa nas Redes Sociais

As redes sociais da sua empresa oferecem dados muito valiosos para a criação da brand persona e eles não podem ficar de fora. Analise os relatórios fornecidos pelo Instagram e o Facebook.

Através deles você poderá descobrir o tipo de conteúdo que mais atrai e engaja o seu público, ao identificar os posts que tiveram mais comentários e curtidas. 

Além de obter outras informações básicas como o número de acesso, a localidade das pessoas e gênero, você também pode descobrir quais outros tipos de conteúdo o seu público consome. 

8.    Questionários de pós-venda

Quando a persona é criada antes do lançamento de um produto ou da abertura da sua empresa, você, obviamente, ainda não tem o feedback dos seus clientes. Porém, a persona pode ser aprimorada ao longo do tempo, na medida que você tiver mais dados sobre seu público-alvo.

Daí é que não podemos deixar de fora os questionários de pós-venda. Eles são perfeitos, pois a pessoa já conhece o seu produto ou serviço, fez uso dele e pode dizer como ele sanou seus problemas, de fato. 

Estes questionários servirão para ter uma persona ainda mais fiel ao perfil real dos seus clientes e melhorar as estratégias de marketings. Além disso, ao enviá-los você destaca  que valoriza a opinião dos seus clientes. 

9.    Google Analytics

Se você utiliza estratégias de Marketing Digital, provavelmente o Google Analytics já faz parte do seu dia a dia. Isso não é a toa, através dele você poderá determinar quais palavras-chave são mais pertinentes para sua persona e analisar diversos dados sobre o comportamento dela.  

Entretanto, não basta definir as palavras-chaves e inseri-las sem muita reflexão no seu site e redes sociais. É preciso entender qual tipo de conteúdo o seu público procura ao usá-las. 

Por exemplo, você tem uma loja de brigadeiros gourmet e descobriu que parte do seu público procura por “brigadeiros de churros”. Entretanto, eles buscam sobre como fazer esses brigadeiros ou onde compra-los? 

Use o Google Analytics para determinar isso. Analise se os usuários que estão buscando essas palavras-chaves estão em busca da mesma coisa e executando ações similares.  

10.Perguntas-chaves em formulários

No questionário você quer entender o comportamento, as motivações e as dores da sua brand persona, as perguntas devem ser direcionadas a isso. Quatro questões básicas e gerais que irão sanar essas dúvidas são: 

  • Como é a sua rotina?
  • O que você deseja realizar?
  •  Quais são seus maiores medos? 
  • Como você busca informações?

Ao inseri-las nos formulários, você já consegue criar uma imagem de quem são seus clientes. Lembre-se, sem definir cuidadosamente quem é a sua brand persona não é possível criar ações que atraiam seu público-alvo, transforme-os em consumidores do seu produto e, ainda, consiga fidelizá-los. 

Analise todos os dados com atenção, essa etapa de construção da persona garantirá muito mais sucesso nas suas ações de marketing digital.  

O que você achou do nosso post? Quer saber mais sobre estratégias de Marketing Digital? Aprenda 7 lições de sucesso que irão alavancar o faturamento da sua empresa